Contactos
Rua Aristides Sousa Mendes 3530-159 Mangualde
232618386

Oferta Formativa

Consulte informações sobre a oferta formativa

Documentos

Consulta e download de documentos e formulários.

Legislação

Consulte a legislação em vigor

DIVULGAÇÃO

PERTURBAÇÕES DO ESPECTRO DO AUTISMO (PEA): PRÁTICA II
Exclusiva para os docentes do AE de Nelas

ACD

 

4.0 horas

 

Presencial

 

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Escola Secundária de Nelas


Ler mais Ler menos

Ref. 17414_ACD_2122 Inscrições abertas até 05-02-2023

Registo de acreditação: 14_ACD_2223

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 4.0 horas

Início: 08-02-2023

Fim: 08-02-2023

Regime: Presencial

Local: Escola Secundária de Nelas

Formador

Nicole Metelo Dias

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Despacho n.º 5741/.2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014.

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Agrupamento de Escolas de Nelas

Objetivos

• Características associadas ao Autismo (aprofundamento). • Intervenção da comunicação e cognição (aprofundamento). • Modelos de intervenção no Autismo (aprofundamento). • A Importância da Escola e dos professores no Autismo (aprofundamento). • Atividades e Recursos de Comunicação Alternativa para alunos com Autismo (aprofundamento). • Prática em contexto de sala de aula baseada em evidência.

Conteúdos

• Apoiar o professor de forma e garantir que o processo de aprendizagem dos alunos com Autismo (PEA) não fique prejudicado. • Levar o professor a conhecer o aluno com PEA, as barreiras que enfrentam e como melhor a inclusão escolar e social. • Esclarecer dúvidas surgidas após a primeira sessão (PERTURBAÇÕES DO ESPECTRO DO AUTISMO (PEA): INTRODUÇÃO ÀS PEA E ESTRATÉGIAS PARA SALA DE AULA).

Metodologias

Método interrogativo; método demonstrativo; método ativo


Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 08-02-2023 (Quarta-feira) 16:30 - 20:30 4:00 Presencial

INSCREVER-ME

Capacitação Digital de Docentes – Nível 1

Oficina

 

50.0 horas

 

b-learning

 

Professores dos Ensinos Básico, Secundário e Professores de Educação Especial

Escola Secundária Felismina Alcântara ou outra a designar

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação ...
Ler mais Ler menos

Ref. 162N1_10 Inscrições abertas até 19-02-2023

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-117850/22

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 17-03-2023

Fim: 31-05-2023

Regime: b-learning

Local: Escola Secundária Felismina Alcântara ou outra a designar

Formador

Joana Isabel de Paulo Duarte

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico, Secundário e Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Ensinos Básico, Secundário e Professores de Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 1) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se, assim, criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 1 (A1/A2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (B1/B2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes na utilização significativa de ambientes e ferramentas digitais e definição de estratégias diversificadas de integração destes em contexto educativo; - capacitar os docentes para a implementação de atividades promotoras da aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos.

Conteúdos

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital. 2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional. 3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos. 4. Ensino e Aprendizagem: Exploração de estratégias de ensino e de aprendizagem digital. Integração significativa de RED na melhoria de atividades de ensino e aprendizagem. 5. Avaliação das aprendizagens: Exploração de estratégias de avaliação digital. Melhoria das abordagens de avaliação através de soluções digitais. 6. CD dos Alunos: Exploração de estratégias de promoção e uso pedagógico de tecnologias digitais. Utilização de ferramentas e estratégias para suporte ao desenho e implementação de atividades de promoção da CD dos alunos. 7. Planificação de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino.

Metodologias

Presencial As sessões presenciais/síncronas são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. Trabalho autónomo Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurara implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em:https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htm Comissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/?uri=CELEX:52018DC0022&from=EN Lucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora. Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/Open_book_of_Innovational_Education.pdf Ministério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME


Observações

Os candidatos serão ordenados de acordo com as seguintes prioridades 1) Docentes a lecionar nas Escolas Associadas ao EduFor 2) Docentes a lecionar em Escolas não Associadas ao EduFor Salvaguarda-se a possibilidade de serem indicados formandos pelo Órgão de Gestão das Escolas Associadas, bem como a possibilidade de se poder reorganizar a distribuição do número de turmas, de acordo com as necessidades de formação. Dentro da prioridade 1, os candidatos são ordenados por: • Necessidade de horas para Avaliação de Desempenho / Progressão na Carreira, até final do ano letivo de 2022/2023. • Ordem de inscrição. Dentro da prioridade 2, os candidatos são ordenados por ordem de inscrição. NOTA: O cronograma, bem como o local de realização das sessões presenciais da ação poderão sofrer ajustamentos

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 17-03-2023 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
2 24-03-2023 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
3 21-04-2023 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
4 28-04-2023 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
5 05-05-2023 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
6 12-05-2023 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
7 26-05-2023 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
8 31-05-2023 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona

INSCREVER-ME

252

Capacitação Digital de Docentes da educação pré-escolar

Oficina

 

50.0 horas

 

b-learning

 

Educadores de Infância;

Escola Secundária Felismina Alcântara ou outra a designar

Considera-se fundamental no PTD a integração e capacitação digital dos educadores de infância nas suas práticas pedagógicas. Esta capacitação representa uma forte aposta no processo de valorização e no desenvolvimento profissional dos docentes no domínio da literacia digital e das competências digitais, no ...
Ler mais Ler menos

Ref. 161P_1D Inscrições abertas até 19-02-2023

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-117870/22

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 17-04-2023

Fim: 12-06-2023

Regime: b-learning

Local: Escola Secundária Felismina Alcântara ou outra a designar

Formador

José da Cunha Couto

Destinatários

Educadores de Infância;

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância;. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância;.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Razões

Considera-se fundamental no PTD a integração e capacitação digital dos educadores de infância nas suas práticas pedagógicas. Esta capacitação representa uma forte aposta no processo de valorização e no desenvolvimento profissional dos docentes no domínio da literacia digital e das competências digitais, no sentido de os dotar das competências necessárias à integração transversal, de modo a que estas se afirmem como facilitadoras das práticas profissionais e pedagógicas e, simultaneamente, promotoras de inovação no processo de ensino e de aprendizagem. O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores é o referencial que dá suporte a este plano, contribuindo para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional.

Objetivos

São objetivos específicos da oficina: Conceber, selecionar e partilhar recursos digitais no âmbito da educação de infância; Integrar o digital nas propostas educativas, numa perspetiva da articulação plena das aprendizagens; Planificar, avaliar e comunicar com recurso ao digital. Capacitar os docentes da EPE para a promoção da utilização crítica e responsável de diferentes suportes digitais nas atividades do quotidiano das crianças.

Conteúdos

1. Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional. 2. Exploração de estratégias de promoção do uso pedagógico de tecnologias digitais. 3. Exploração, seleção e adequação de Recursos Educativos Digitais (RED) ao contexto de aprendizagem. 4. Integração significativa de RED na melhoria de atividades de ensino e aprendizagem. 5. Exploração de recursos digitais de apoio ao planeamento e à avaliação das aprendizagens. 6. Planificação de atividades, projetos e outras metodologias com recurso às tecnologias digitais. 7. Utilização de estratégias para suporte ao desenho e implementação de atividades de promoção da cidadania digital das crianças. 8. Apresentação e partilha das atividades desenvolvidas pelos formandos na oficina. 9. Reflexão e debate sobre as atividades apresentadas e análise dos resultados obtidos pela sua implementação. 10. Avaliação e conclusões.

Metodologias

Presencial As sessões presenciais são destinadas: à exploração, reflexão e articulação das OCEPE com a integração dos ambientes digitais nas aprendizagens das crianças; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na educação pré-escolar, que promovam o desenvolvimento das CD dos docentes; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados das atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha. Trabalho autónomo Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem, tendo por base as OCEPE, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua". A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://ec.europa.eu/education/sites/education/files/document-library-docs/deap-swd-sept2020_en.pdf Lucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora. Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/Open_book_of_Innovational_Education.pdf. Kampylis, P., Punie, Y. & Devine, J. (2015); Promoting Effective Digital-Age Learning - A European Framework for Digitally-Competent Educational Organisations. Disponível:http://publications.jrc.ec.europa.eu/repository/bitstream/JRC98209/jrc98209_r_digcomporg_final.pdf Lopes da Silva, I., Marques, L., Mata, L. e Rosa, M. (2016). Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar. Lisboa: ME/DGE. Disponível em:http://www.dge.mec.pt/ocepe/sites/default/files/Orientacoes_Curriculares.pdf


Observações

Os candidatos serão ordenados de acordo com as seguintes prioridades 1) Docentes a lecionar nas Escolas Associadas ao EduFor 2) Docentes a lecionar em Escolas não Associadas ao EduFor Salvaguarda-se a possibilidade de serem indicados formandos pelo Órgão de Gestão das Escolas Associadas, bem como a possibilidade de se poder reorganizar a distribuição do número de turmas, de acordo com as necessidades de formação. Dentro da prioridade 1, os candidatos são ordenados por: • Necessidade de horas para Avaliação de Desempenho / Progressão na Carreira, até final do ano letivo de 2022/2023. • Ordem de inscrição. Dentro da prioridade 2, os candidatos são ordenados por ordem de inscrição. NOTA: O cronograma, bem como o local de realização das sessões presenciais da ação poderão sofrer ajustamentos

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 17-04-2023 (Segunda-feira) 17:00 - 20:00 3:00 Online síncrona
2 24-04-2023 (Segunda-feira) 17:00 - 20:00 3:00 Presencial
3 08-05-2023 (Segunda-feira) 17:00 - 20:00 3:00 Online síncrona
4 15-05-2023 (Segunda-feira) 17:00 - 20:00 3:00 Presencial
5 22-05-2023 (Segunda-feira) 17:00 - 20:00 3:00 Presencial
6 29-05-2023 (Segunda-feira) 17:00 - 20:00 3:00 Online síncrona
7 05-06-2023 (Segunda-feira) 17:00 - 20:00 3:00 Online síncrona
8 12-06-2023 (Segunda-feira) 16:00 - 20:00 4:00 Online síncrona

INSCREVER-ME

250

eTwinning ao Serviço da Educação Digital nas Escolas da Europa

Oficina

 

25.0 horas

 

e-learning

 

Educadores de Infância; Professores de todos os grupos de recrutamento;

Escola Secundária Felismina Alcântara ou outra a designar

Razões justificativas da ação e a sua inserção no plano de atividades da entidade proponente A escola, agente de coesão social e de desenvolvimento sustentável, cuja missão é a de preparar os jovens para os desafios da sociedade de informação, tem a responsabilidade de promover, através da utilização ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1202B_2223_POCH Inscrições abertas até 19-02-2023

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-111214/21

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 17-04-2023

Fim: 26-06-2023

Regime: e-learning

Local: Escola Secundária Felismina Alcântara ou outra a designar

Formador

Maria da Piedade Carvalho da Silva

Destinatários

Educadores de Infância; Professores de todos os grupos de recrutamento;

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância; Professores de todos os grupos de recrutamento;. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

EduFor - CFAE dos concelhos de Nelas, Mangualde, Penalva do Castelo, Sátão e Vila Nova de Paiva

Razões

Razões justificativas da ação e a sua inserção no plano de atividades da entidade proponente A escola, agente de coesão social e de desenvolvimento sustentável, cuja missão é a de preparar os jovens para os desafios da sociedade de informação, tem a responsabilidade de promover, através da utilização crítica e criativa das tecnologias digitais, o desenvolvimento das competências do século XXI e fomentar a aprendizagem ao longo da vida. A transição sem precedentes para a aprendizagem a distância com a utilização das tecnologias digitais, decorrente da crise covid-19, deixou transparecer a carência de competências digitais de professores e alunos. A capacitação digital dos docentes, determinante para o desenvolvimento de modelos pedagógicos inovadores, está inscrita como prioridade no Plano de Formação do EduFor que tem apostado na formação dos professores na área da integração pedagógica das tecnologias digitais. Esta oficina surge no contexto do Programa de digitalização para responder às solicitações manifestadas pelos professores das escolas associadas, presentemente a desenvolver projetos Erasmus+, que pretendem iniciar e envolver-se em projetos inovadores em colaboração com outras escolas (portuguesas e estrangeiras) através do projeto eTwinning. Assim, pretende-se orientar os docentes na conceção de estratégias para a integração curricular do eTwinning e na exploração de ferramentas digitais, com vista a uma atualização e inovação das suas práticas educativas e ao reforço da colaboração e participação em comunidades de partilha de conhecimento.

Objetivos

Desenvolver, com confiança, estratégias colaborativas inovadoras de integração do digital nas práticas pedagógicas; Conhecer o projeto eTwinning e as suas potencialidades para a capacitação digital de professores e alunos; Utilizar tecnologias digitais para se envolver em comunidades de partilha de conhecimento e em processos colaborativos para a construção conjuntas de recursos e conhecimento; Conceber e partilhar uma proposta didática de integração curricular do projeto eTwinning, incorporando atividades de aprendizagem que promovam o uso eficaz e responsável de tecnologias digitais para comunicação, colaboração e participação cívica e envolvam ativamente os alunos na investigação ou resolução de problemas, na construção e partilha de conhecimento e na criação de conteúdos digitais em diferentes formatos; Refletir criticamente sobre o impacto da implementação de práticas pedagógicas inovadoras com o eTwinning na promoção das competências transversais consignadas no Perfil do Aluno.

Conteúdos

Módulo 1: Introdução- Sessão presencial (4 h) Parte 1: - Apresentação da formadora e dos formandos - Preenchimento de um questionário para identificação do grau de conhecimento de ferramentas digitais e das necessidades de formação - Entrada na plataforma Moodle do EduFor de apoio à oficina de formação - Apresentação do cronograma, dos conteúdos, da metodologia e dos critérios de avaliação da Oficina de Formação - Organização do Diário de Aprendizagem (em Padlet) que incluirá as tarefas solicitadas e produzidas no âmbito da formação - Registo na plataforma eTwinning Parte 2: - eTwinning, ação das ações do programa Erasmus+, impulsionadora da colaboração transfronteiriça, da pedagogia Project-Based Learning, da literacia digital e das competências do século XXI - Exploração do Portal eTwinning Módulo 2: Tornar-se um eTwinnerativo - Sessões online (6 h) Parte 1: - Acesso ao Quadro de Bordo eTwinning Livee exploração das ferramentas - Exploração do capítulo “Prepare-se para ser um eTwinnerativo” dos Materiais de Autoaprendizagem - Atualização do perfil de utilizador eTwinning - Criação de listas de contactos - Os Grupos eTwinning: Espaços virtuais para comunicar, trocar e partilhar Parte 2: - Adesão ao “grupo” eTwinning da formação e participação no fórum para partilha de um grupo eTwinning - Exploração do capítulo “Colaboração no eTwinning” Materiais de Autoaprendizagem - Temas para projeto Módulo 3: Criar cenários inovadores de aprendizagem - Sessão online (3 h) + Sessão presencial (3h) Parte 1 - Organização de um evento online com o Adobe Connect para a planificação colaborativa de um projeto - Planificação colaborativa de um projeto eTwinning, com utilização de ferramentas digitais de colaboração Parte 2 - Apresentação das planificações e feedback dos pares - Cenários inovadores de aprendizagem para inspirar na conceção de um cenário inovador de aprendizagem com ferramentas digitais em que os alunos assumem um papel ativo, quer na pesquisa, produção e até avaliação para integrar no projeto eTwinning e implementar no contexto educativo do professor Módulo 4: Utilizar ferramentas digitais para inovar- sessão online (3 h) - Exploração e partilha de ferramentas digitais de gestão, comunicação e colaboração para cenários inovadores de aprendizagem a integrar no projeto - Apresentação dos passos para o registo do projeto e pesquisa de parceiros no eTwinning Live - Registo do projeto Módulo 5: Assegurar a qualidade e inovação dos projetos eTwinning- Sessão online (3 h) - As fases de desenvolvimento de um projeto eTwinning - Os requisitos para obtenção do selo de qualidade eTwinning - As Regras de etiqueta no eTwinning o A questão dos direitos de autor nas publicações no Twinspace o Licenças CC (Creative Commons) - Trabalho colaborativo para a atualização do Twinspace do projeto Módulo 6: Conclusão - sessão presencial (3 h) - Apresentação dos projetos, resultados e reflexão crítica - Discussão e sugestões de melhoria - Avaliação do curso.

Metodologias

Presencial: A oficina de formação decorrerá na modalidade de B-Learning com 3 sessões presenciais (4 h + 3 h + 3 h) e as restantes 15 horas em regime de e-Learning em sessões síncronas que terá por como suporte uma disciplina alocada no Moodle do EduFor. Nas sessões presenciais, de pendor teórico-prático, munir-se-á os formandos de referências e modelos que os possam inspirar na criação dos seus próprios projetos. Pretende-se que cada sessão represente um momento de experimentação, reflexão ativa e de partilha de saberes. Trabalho Autónomo: O trabalho autónomo, num total de 25 horas, será dedicado: - à exploração de ferramentas digitais de comunicação e colaboração - à familiarização com a utilização das ferramentas do Twinspace e utilização em sala de aula com alunos s - à implementação do projeto/ do cenário inovador de aprendizagem com alunos e registo de observações - à produção de materiais pedagógicos e criação de conteúdo no Twinspace - à avaliação dos efeitos produzidos da integração cenário de aprendizagem com eTwinning -à atualização do Diário de Aprendizagem.

Avaliação

A avaliação terá um carácter contínuo e formativo. A avaliação quantitativa dos formandos será expressa numa escala de 1 a 10 valores, nos termos da Carta Circular CCPFC - 3/2007, de Setembro de 2007, com base nos seguintes parâmetros: Participação e Aplicação dos conteúdos (Total: 5 valores): •Participação nas discussões das sessões (1 valor) •Conceção e apresentação de uma planificação para um projeto eTwinning (1 valor) •Organização e apresentação do Twinspace com criação de conteúdos para o projeto (1 valor) •Proposta, implementação e apresentação de um cenário de aprendizagem para um projeto eTwinning (2 valores) Prática reflexiva (Total: 5 valores): •Reflexão sobre a implementação do projeto/ cenário de aprendizagem (2 valores) •Diário de aprendizagem (2 valores) •Relatório de reflexão (1 valor) Os trabalhos para avaliação serão todos submetidos na disciplina da oficina no Moodle de Apoio do EduFor. NOTA: Não será atribuído certificado aos formandos que não frequentarem um mínimo de 2/3 das horas de formação presencial

Modelo

Não se aplica

Bibliografia

Comissão Europeia (2007). Competências essenciais para a aprendizagem ao longo da vida. Um quadro de referência europeu. Luxemburgo: Serviço das Publicações Oficiais das Comunidades Europeias. http://goo.gl/qQM2bx Condliffe, B. (2016). Project-Based Learning: A Literature Review (Working Paper). https://s3-us-west- 1.amazonaws.com/ler/MDRC+PBL+Literature+Review.pdf Gilleran, A. (2019). eTwinning in an era of change - Impact on teachers’ practice, skills, and professional development opportunities, as reported by eTwinners - Full Report. Brussels: Central Support Service of eTwinning - European Schoolnet.http://files.eun.org/etwinning/eTwinning-report- 2019_FULL.pdf Lucas, M. & Moreira, A. (2018). Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. https://area.dge.mec.pt/download/DigCompEdu_2018.pdf Kearney, C.& Gras-Velázquez, À. (2015). eTwinning Ten Years On: Impact on teachers’ practice, skills, and professional development opportunities, as reported by eTwinners. Central Support Service of eTwinning - European Schoolnet, Bruxelas. https://www.etwinning.net/eun- files/eTwinningreport_EN.pdf

Anexo(s)


Observações

Os candidatos serão ordenados de acordo com as seguintes prioridades 1) Docentes a lecionar nas Escolas Associadas ao EduFor 2) Docentes a lecionar em Escolas não Associadas ao EduFor Salvaguarda-se a possibilidade de serem indicados formandos pelo Órgão de Gestão das Escolas Associadas, bem como a possibilidade de se poder reorganizar a distribuição do número de turmas, de acordo com as necessidades de formação. Dentro da prioridade 1, os candidatos são ordenados por: • Necessidade de horas para Avaliação de Desempenho / Progressão na Carreira, até final do ano letivo de 2022/2023. • Ordem de inscrição. Dentro da prioridade 2, os candidatos são ordenados por ordem de inscrição. NOTA: O cronograma, bem como o local de realização das sessões presenciais da ação poderão sofrer ajustamentos

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 17-04-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
2 24-04-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
3 08-05-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
4 15-05-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
5 22-05-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
6 29-05-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
7 05-06-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
8 26-06-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona

INSCREVER-ME

269

Capacitação Digital de Docentes – Nível 2

Oficina

 

50.0 horas

 

b-learning

 

Professores dos Ensinos Básico, Secundário e Professores de Educação Especial

Escola Secundária Felismina Alcântara ou outra a designar

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa ...
Ler mais Ler menos

Ref. 163N2_36 Inscrições abertas até 19-02-2023

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-117849/22

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 19-04-2023

Fim: 12-06-2023

Regime: b-learning

Local: Escola Secundária Felismina Alcântara ou outra a designar

Formador

Regina Fátima de Seixas Oliveira

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico, Secundário e Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Ensinos Básico, Secundário e Professores de Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 2) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de competências digitais dos alunos.

Objetivos

Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 2 (B1/B2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD donível seguinte (C1/C2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento, aprofundamento e densificação das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes para a implementação de atividades que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos; - estimular a reflexão, partilha e utilização crítica das tecnologias em contexto educativo.

Conteúdos

- Documentos de enquadramento das políticas educativas. - Envolvimento profissional: Discussão, renovação e inovação na prática profissional. Processos de liderança na era digital. - Recursos Educativos Digitais (RED): Utilização de estratégias e RED avançados de forma abrangente. Promoção da utilização de RED de forma colaborativa. - Ensino e Aprendizagem: Renovação da prática de ensino de forma estratégica e intencional. Inovação no processo de ensino e de aprendizagem em diferentes modalidades de ensino. - Avaliação das aprendizagens: Reflexão crítica sobre estratégias de avaliação digital. Inovação na avaliação das aprendizagens com recursos a soluções digitais. - CD dos Alunos: Promoção da CD dos alunos de forma abrangente e crítica. Inovação no envolvimento dos alunos utilizando formatos inovadores para promover a sua CD. - Planeamento da formação e aprendizagem ao longo da vida.

Metodologias

Presencial As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. Trabalho autónomo Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurara implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando oDigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em:https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htm Comissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/?uri=CELEX:52018DC0022&from=EN Lucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/Open_book_of_Innovational_Education.pdf Ministério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME


Observações

Os candidatos serão ordenados de acordo com as seguintes prioridades 1) Docentes a lecionar nas Escolas Associadas ao EduFor 2) Docentes a lecionar em Escolas não Associadas ao EduFor Salvaguarda-se a possibilidade de serem indicados formandos pelo Órgão de Gestão das Escolas Associadas, bem como a possibilidade de se poder reorganizar a distribuição do número de turmas, de acordo com as necessidades de formação. Dentro da prioridade 1, os candidatos são ordenados por: • Necessidade de horas para Avaliação de Desempenho / Progressão na Carreira, até final do ano letivo de 2022/2023. • Ordem de inscrição. Dentro da prioridade 2, os candidatos são ordenados por ordem de inscrição. NOTA: O cronograma, bem como o local de realização das sessões presenciais da ação poderão sofrer ajustamentos

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 19-04-2023 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
2 26-04-2023 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
3 05-05-2023 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
4 08-05-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
5 17-05-2023 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
6 24-05-2023 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
7 29-05-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
8 12-06-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 22:00 4:00 Online síncrona

INSCREVER-ME

261

Espaço Maker – Um Ambiente para Dinâmicas Inov@doras

Curso

 

25.0 horas

 

b-learning

 

Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário e de Educação Especial

Escola Secundária Felismina Alcântara ou outra a designar

A Escola atual torna obrigatória a necessidade de repensar o processo de ensino e de aprendizagem, provocando, por isso, adaptações na forma como se ensina, com o objetivo central de ajudar os alunos a aprender melhor, no sentido de se atingir o preconizado no Perfil dos Alunos à Saída de Escolaridade ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1665A_2223_POCH Inscrições abertas até 19-02-2023

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-111224/21

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 24-04-2023

Fim: 05-06-2023

Regime: b-learning

Local: Escola Secundária Felismina Alcântara ou outra a designar

Formador

Fábio Fonseca Ribeiro

Destinatários

Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário e de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário e de Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Razões

A Escola atual torna obrigatória a necessidade de repensar o processo de ensino e de aprendizagem, provocando, por isso, adaptações na forma como se ensina, com o objetivo central de ajudar os alunos a aprender melhor, no sentido de se atingir o preconizado no Perfil dos Alunos à Saída de Escolaridade Obrigatória (PASEO). Em 2012 a Comissão Europeia, através da European Schoolnet, inaugurou em Bruxelas o “Future Classroom Lab”, um ambiente educativo inovador que serviu de inspiração para em 2016 o EduFor inaugurar em Mangualde o EduFor Innov@tive Classrom Lab que tem desafiado os utilizadores a repensar o papel da pedagogia, do design e da tecnologia nas suas salas de aula, tendo dado origem a vários espaços análogos nas escolas associadas, e não só. Mais recentemente, a European Schoolnet começou a explorar os Makerspaces e, especialmente, a relação dos Espaços Maker e dos seus equipamentos com a implementação de projetos transdisciplinares, com a educação STEM e com o desenvolvimento das competências previstas no PASEO. Makerspaces, são espaços privilegiados para a prática de trabalho cooperativo, colaborativo e criativo. Nestes espaços, os alunos podem, com mais ou menos suporte e com crescente autonomia, selecionar e utilizar uma variedade de ferramentas e equipamentos, bem como trabalhar com uma diversidade de materiais desde papel a argila ou tecidos, componentes digitais, kits para construção de robôs programáveis, de modo apoderem criar objetos e completar projetos diferentes. Assim, esta ação de formação surge no plano de atividades do EduFor como uma sequência natural do trabalho que vimos a desenvolver no âmbito da inovação pedagógica e que procura agora integrar os espaços maker nas escolas.

Objetivos

Potenciar dos Espaços Maker em contexto educativo; - Dar a conhecer uma diversificação de metodologias possíveis de trabalhar nos Espaços Maker; - Reconhecer atividades educativas que tirem proveito dos Espaços Maker; - Reconhecer novas formas de trabalho com os alunos, potenciadas pelos Espaço Maker; - Conhecer as potencialidades de equipamentos disponíveis para os Espaços Maker; - Dotar os participantes de conhecimento sobre como criar, usar e gerir Espaço Maker em contexto educativo; - Promover práticas de trabalho colaborativo em formação em ambientes on-line; - Permitir a troca de materiais e experiências, o esclarecimento de dúvidas e o debate reflexivo de ideias.

Conteúdos

1- Compreendendo os Espaços Maker e os conceitos relacionados (5 horas) 3 horas síncronas - Apresentação do curso de formação e o seu funcionamento em regime de elearning; - A história do Movimento Maker; - O que é um Espaço Maker? O surgimento dos Espaços Maker em contexto educativo; - Exemplos de Espaços Maker em escolas europeias. O “estado da arte” nas escolas portuguesas. 2 horas assíncronas - Leitura de documentos de referência; - Participação num fórum – Os benefícios de um Espaço Maker na Escola. 2- Ensinar e Aprender num Espaço Maker (6 horas) 4 horas síncronas - O que os alunos podem fazer no Espaço Maker; - Os benefícios dos Espaços Maker: para os alunos, para a turma, para a escola; - Privilegiando o STEM nos Espaços Maker; - Espaço Maker e Biblioteca Escolar: complementaridade? - Os Ambientes Maker como espaços que promovem a Inclusão. 2 horas assíncronas - Reflexão sobre os conceitos e enquadramento na realidade escolar dos formandos; - Inventariar formas de promoção da participação dos alunos nos Espaços Maker. 3- As pedagogias associadas aos Espaços Maker (4 horas) 2 horas síncronas - Trabalho de projeto no Espaço Maker versus atividades regulares em sala de aula; - A importância de: aprendizagem por investigação; aprender fazendo; tentativa e erro, analisando as falhas como parte do processo; tomar decisões sobre design com base em experiências reais; aprendizagem colaborativa, incluindo trabalho em equipa; - A importância de orientar e apoiar os alunos na construção da sua autonomia; - Os 4C (Criatividade, Comunicação, Colaboração, Pensamento Critico e resolução de problemas). 2 horas assíncronas - Leitura de documentos de referência; - Participação num fórum – Quais as pedagogias mais adequadas ao ensino no Espaço Maker da Escola. 4- Planeando e organizando um Espaço Maker na escola (8 horas) 5 horas síncronas - Conhecer espaços já existentes (visita presencial ou virtual); - As questões chave a considerar: o financiamento, o espaço físico, os professores e o ensino, a massificação do uso do espeço; - O que se pretende alcançar? - Custos associados à criação e manutenção; - Localização e integração no espaço escolar; - Acessibilidade e inclusão; - Organização e gestão; - Formação e suporte aos professores utilizadores; - Potencial de alguns equipamentos para os Espaços Maker: Impressoras 3D; Lego Education; Arduino Education; Makeblock Education, etc. 3 horas assíncronas - Construção de diretrizes para a criação ou organização do Espaço Maker na / da escola 5- Partilha de experiências e resultados e avaliação do trabalho desenvolvido (2 horas) 2 horas síncronas - Discussão do trabalho desenvolvido pelos formandos. Reflexão crítica.

Metodologias

O curso de formação realiza-se a distância, com sessões síncronas (16h) e assíncronas (9h). O EduFor disponibilizará um Sistema de Gestão da Aprendizagem on-line como o MOODLE, onde será criada uma disciplina com todas asinformações sobre a ação, os materiais disponibilizados pelos formadores e será o local de contacto e trabalho com os formandos. Há salas onlinepara partilha e discussão nas sessões síncronas e para trabalho colaborativo entre pares no trabalho autónomo, com uso do Google Meet ououtro sistema de videoconferência. Nas sessões síncronas serão apresentados e explorados conteúdos, práticas e recursos numa metodologia ativa, com a devida reflexão e ocumprimento de tarefas (participação em fóruns de discussão, apresentação de propostas de metodologias e recursos pedagógicos e a criação detarefas. Nas sessões assíncronas em trabalho autónomo individual ou colaborativo serão realizadas tarefas de pesquisa, reflexão e publicação, com recurso a ferramentas pedagógicas avaliativas.

Avaliação

Para além do cumprimento das determinações legais, a avaliação dos formandos terá por base a qualidade e adequação dos materiais pedagógicos produzidos, sendo formalizada numa escala de classificação quantitativa de 1 a 10 valores de acordo com a regulamentação em vigor (Cartas Circulares do CCPFC e Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio), no cumprimento das determinações legais.

Bibliografia

- Attewell, J. (2020). Makerspaces in schools. Practical guidelines for school leaders and teachers. European Schoolnet, Belgium. Disponível emhttps://fcl.eun.org/documents/10180/5350860/19552-11-Makerspace-Guidelines-v4.pdf . - Attewell, J. (2019). Building learning Labs and innovative learning spaces. Practical guidelines for school leaders and teachers. EuropeanSchoolnet, Belgium. - Bannister, D. (2017). Guidelines on exploring and adaptingl earning spaces in schools. Practical guidelines for school leaders and teachers.European Schoolnet, Belgium. - Silva, R. (2019). Para além do movimento maker: um contraste de diferentes tendências em espaços de construção digital na Educação. Tese deDoutoramento, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Brasil. - Vuorikari, R. Ferrari, A. And Punie, Y (2019). Makerspaces for Educationand Training: Exploring future implications for Europe. Publications Officeof the European Union, Luxembourg. - https://fcl.eun.org/icwg-makerspaces.


Observações

Os candidatos serão ordenados de acordo com as seguintes prioridades 1) Docentes a lecionar nas Escolas Associadas ao EduFor 2) Docentes a lecionar em Escolas não Associadas ao EduFor Salvaguarda-se a possibilidade de serem indicados formandos pelo Órgão de Gestão das Escolas Associadas, bem como a possibilidade de se poder reorganizar a distribuição do número de turmas, de acordo com as necessidades de formação. Dentro da prioridade 1, os candidatos são ordenados por: • Necessidade de horas para Avaliação de Desempenho / Progressão na Carreira, até final do ano letivo de 2022/2023. • Ordem de inscrição. Dentro da prioridade 2, os candidatos são ordenados por ordem de inscrição. NOTA: O cronograma, bem como o local de realização das sessões presenciais da ação poderão sofrer ajustamentos

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 24-04-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
2 28-04-2023 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
3 02-05-2023 (Terça-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
4 08-05-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
5 15-05-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
6 22-05-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
7 29-05-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:30 3:30 Online síncrona
8 05-06-2023 (Segunda-feira) 18:00 - 21:30 3:30 Online síncrona

INSCREVER-ME

267

Espaço Maker – Um Ambiente para Dinâmicas Inov@doras

Curso

 

25.0 horas

 

b-learning

 

Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário e de Educação Especial

Escola Secundária Felismina Alcântara ou outra a designar

A Escola atual torna obrigatória a necessidade de repensar o processo de ensino e de aprendizagem, provocando, por isso, adaptações na forma como se ensina, com o objetivo central de ajudar os alunos a aprender melhor, no sentido de se atingir o preconizado no Perfil dos Alunos à Saída de Escolaridade ...
Ler mais Ler menos

Ref. 1665B_2223_POCH Inscrições abertas até 19-02-2023

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-111224/21

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 26-04-2023

Fim: 07-06-2023

Regime: b-learning

Local: Escola Secundária Felismina Alcântara ou outra a designar

Formador

Fábio Fonseca Ribeiro

Destinatários

Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário e de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico, Secundário e de Educação Especial. Para efeitos de aplicação do artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Razões

A Escola atual torna obrigatória a necessidade de repensar o processo de ensino e de aprendizagem, provocando, por isso, adaptações na forma como se ensina, com o objetivo central de ajudar os alunos a aprender melhor, no sentido de se atingir o preconizado no Perfil dos Alunos à Saída de Escolaridade Obrigatória (PASEO). Em 2012 a Comissão Europeia, através da European Schoolnet, inaugurou em Bruxelas o “Future Classroom Lab”, um ambiente educativo inovador que serviu de inspiração para em 2016 o EduFor inaugurar em Mangualde o EduFor Innov@tive Classrom Lab que tem desafiado os utilizadores a repensar o papel da pedagogia, do design e da tecnologia nas suas salas de aula, tendo dado origem a vários espaços análogos nas escolas associadas, e não só. Mais recentemente, a European Schoolnet começou a explorar os Makerspaces e, especialmente, a relação dos Espaços Maker e dos seus equipamentos com a implementação de projetos transdisciplinares, com a educação STEM e com o desenvolvimento das competências previstas no PASEO. Makerspaces, são espaços privilegiados para a prática de trabalho cooperativo, colaborativo e criativo. Nestes espaços, os alunos podem, com mais ou menos suporte e com crescente autonomia, selecionar e utilizar uma variedade de ferramentas e equipamentos, bem como trabalhar com uma diversidade de materiais desde papel a argila ou tecidos, componentes digitais, kits para construção de robôs programáveis, de modo apoderem criar objetos e completar projetos diferentes. Assim, esta ação de formação surge no plano de atividades do EduFor como uma sequência natural do trabalho que vimos a desenvolver no âmbito da inovação pedagógica e que procura agora integrar os espaços maker nas escolas.

Objetivos

Potenciar dos Espaços Maker em contexto educativo; - Dar a conhecer uma diversificação de metodologias possíveis de trabalhar nos Espaços Maker; - Reconhecer atividades educativas que tirem proveito dos Espaços Maker; - Reconhecer novas formas de trabalho com os alunos, potenciadas pelos Espaço Maker; - Conhecer as potencialidades de equipamentos disponíveis para os Espaços Maker; - Dotar os participantes de conhecimento sobre como criar, usar e gerir Espaço Maker em contexto educativo; - Promover práticas de trabalho colaborativo em formação em ambientes on-line; - Permitir a troca de materiais e experiências, o esclarecimento de dúvidas e o debate reflexivo de ideias.

Conteúdos

1- Compreendendo os Espaços Maker e os conceitos relacionados (5 horas) 3 horas síncronas - Apresentação do curso de formação e o seu funcionamento em regime de elearning; - A história do Movimento Maker; - O que é um Espaço Maker? O surgimento dos Espaços Maker em contexto educativo; - Exemplos de Espaços Maker em escolas europeias. O “estado da arte” nas escolas portuguesas. 2 horas assíncronas - Leitura de documentos de referência; - Participação num fórum – Os benefícios de um Espaço Maker na Escola. 2- Ensinar e Aprender num Espaço Maker (6 horas) 4 horas síncronas - O que os alunos podem fazer no Espaço Maker; - Os benefícios dos Espaços Maker: para os alunos, para a turma, para a escola; - Privilegiando o STEM nos Espaços Maker; - Espaço Maker e Biblioteca Escolar: complementaridade? - Os Ambientes Maker como espaços que promovem a Inclusão. 2 horas assíncronas - Reflexão sobre os conceitos e enquadramento na realidade escolar dos formandos; - Inventariar formas de promoção da participação dos alunos nos Espaços Maker. 3- As pedagogias associadas aos Espaços Maker (4 horas) 2 horas síncronas - Trabalho de projeto no Espaço Maker versus atividades regulares em sala de aula; - A importância de: aprendizagem por investigação; aprender fazendo; tentativa e erro, analisando as falhas como parte do processo; tomar decisões sobre design com base em experiências reais; aprendizagem colaborativa, incluindo trabalho em equipa; - A importância de orientar e apoiar os alunos na construção da sua autonomia; - Os 4C (Criatividade, Comunicação, Colaboração, Pensamento Critico e resolução de problemas). 2 horas assíncronas - Leitura de documentos de referência; - Participação num fórum – Quais as pedagogias mais adequadas ao ensino no Espaço Maker da Escola. 4- Planeando e organizando um Espaço Maker na escola (8 horas) 5 horas síncronas - Conhecer espaços já existentes (visita presencial ou virtual); - As questões chave a considerar: o financiamento, o espaço físico, os professores e o ensino, a massificação do uso do espeço; - O que se pretende alcançar? - Custos associados à criação e manutenção; - Localização e integração no espaço escolar; - Acessibilidade e inclusão; - Organização e gestão; - Formação e suporte aos professores utilizadores; - Potencial de alguns equipamentos para os Espaços Maker: Impressoras 3D; Lego Education; Arduino Education; Makeblock Education, etc. 3 horas assíncronas - Construção de diretrizes para a criação ou organização do Espaço Maker na / da escola 5- Partilha de experiências e resultados e avaliação do trabalho desenvolvido (2 horas) 2 horas síncronas - Discussão do trabalho desenvolvido pelos formandos. Reflexão crítica.

Metodologias

O curso de formação realiza-se a distância, com sessões síncronas (16h) e assíncronas (9h). O EduFor disponibilizará um Sistema de Gestão da Aprendizagem on-line como o MOODLE, onde será criada uma disciplina com todas asinformações sobre a ação, os materiais disponibilizados pelos formadores e será o local de contacto e trabalho com os formandos. Há salas onlinepara partilha e discussão nas sessões síncronas e para trabalho colaborativo entre pares no trabalho autónomo, com uso do Google Meet ououtro sistema de videoconferência. Nas sessões síncronas serão apresentados e explorados conteúdos, práticas e recursos numa metodologia ativa, com a devida reflexão e ocumprimento de tarefas (participação em fóruns de discussão, apresentação de propostas de metodologias e recursos pedagógicos e a criação detarefas. Nas sessões assíncronas em trabalho autónomo individual ou colaborativo serão realizadas tarefas de pesquisa, reflexão e publicação, com recurso a ferramentas pedagógicas avaliativas.

Avaliação

Para além do cumprimento das determinações legais, a avaliação dos formandos terá por base a qualidade e adequação dos materiais pedagógicos produzidos, sendo formalizada numa escala de classificação quantitativa de 1 a 10 valores de acordo com a regulamentação em vigor (Cartas Circulares do CCPFC e Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio), no cumprimento das determinações legais.

Bibliografia

- Attewell, J. (2020). Makerspaces in schools. Practical guidelines for school leaders and teachers. European Schoolnet, Belgium. Disponível emhttps://fcl.eun.org/documents/10180/5350860/19552-11-Makerspace-Guidelines-v4.pdf . - Attewell, J. (2019). Building learning Labs and innovative learning spaces. Practical guidelines for school leaders and teachers. EuropeanSchoolnet, Belgium. - Bannister, D. (2017). Guidelines on exploring and adaptingl earning spaces in schools. Practical guidelines for school leaders and teachers.European Schoolnet, Belgium. - Silva, R. (2019). Para além do movimento maker: um contraste de diferentes tendências em espaços de construção digital na Educação. Tese deDoutoramento, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Brasil. - Vuorikari, R. Ferrari, A. And Punie, Y (2019). Makerspaces for Educationand Training: Exploring future implications for Europe. Publications Officeof the European Union, Luxembourg. - https://fcl.eun.org/icwg-makerspaces.


Observações

Os candidatos serão ordenados de acordo com as seguintes prioridades 1) Docentes a lecionar nas Escolas Associadas ao EduFor 2) Docentes a lecionar em Escolas não Associadas ao EduFor Salvaguarda-se a possibilidade de serem indicados formandos pelo Órgão de Gestão das Escolas Associadas, bem como a possibilidade de se poder reorganizar a distribuição do número de turmas, de acordo com as necessidades de formação. Dentro da prioridade 1, os candidatos são ordenados por: • Necessidade de horas para Avaliação de Desempenho / Progressão na Carreira, até final do ano letivo de 2022/2023. • Ordem de inscrição. Dentro da prioridade 2, os candidatos são ordenados por ordem de inscrição. NOTA: O cronograma, bem como o local de realização das sessões presenciais da ação poderão sofrer ajustamentos

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 26-04-2023 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
2 27-04-2023 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
3 03-05-2023 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
4 10-05-2023 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
5 17-05-2023 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Presencial
6 24-05-2023 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
7 31-05-2023 (Quarta-feira) 18:00 - 21:30 3:30 Online síncrona
8 07-06-2023 (Quarta-feira) 18:00 - 21:30 3:30 Online síncrona

INSCREVER-ME

268