OFERTA FORMATIVA

Ref. 10602_PD_2122 Inscrições abertas até 26-09-2021

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-104565

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 30-09-2021

Fim: 22-11-2021

Regime: e-learning

Local: A distância

Formador

Isabel Catarina Martins

Destinatários

Educadores de Infância; Professores de todos os grupos de recrutamento;

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira dos grupos 100, 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930. Para efeitos de aplicação do artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva a progressão em carreira.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

EduFor/Agrupamento de Escolas de Nelas

Razões

A metodologia de tutoria tem por objetivo potenciar e orientar os objetivos dos tutorandos tendo em conta todas as competências adquiridas e que podem ser potencialmente desenvolvidas (Azevedo e Nascimento, 2007). A tutoria prevê treino, facilitação e aconselhamento, constituindo-se em si como uma rede de apoio social para o tutorando (Clutterbuck, 1991). Em contexto escolar, as tutorias assumem um papel preponderante na desconstrução de preconceitos e barreiras relativamente a dificuldades assumidas como definitivas pelos alunos. O Ministério da Educação, através do Despacho Normativo 4-A/2016/16 junho aponta para a necessidade dos alunos serem acompanhados por um professor-tutor no sentido de minimizar situações-problema, tais como, dificuldades de integração, atitudes e comportamentos disruptivos e necessidades educativas especiais. Enquadrado nos objetivos do Despacho Normativo 4-A/2016/16 junho, este curso de formação terá como propósito responder à urgência de capacitar professores-tutores, de norte a sul do país e ilhas, identificados pelo Ministério da Educação, para que a sua prática possa atenuar a distância entre as necessidades de aprendizagem dos tutorandos, os seus objetivos e sonhos, e os conhecimentos que a escola lhes pode facultar

Objetivos

• Aprofundar conhecimento acerca da metodologia de tutoria e os propósitos da mesma em contexto escolar; • Aprofundar conhecimento nos modelos motivacionais e de autorregulação da aprendizagem - Explorar o desenvolvimento de estratégias autorreguladoras de aprendizagem e promoção de competências organizadoras do raciocínio e de resolução de problemas com os alunos; - Capacitar os professores-tutores para a identificação e intervenção em situações educativas problemáticas (e.g., baixos níveis de envolvimento escolar, dificuldades em definir objetivos futuros) - Refletir sobre as dificuldades escolares, sociais e desenvolvimentais dos alunos através da exploração e orientação para a resolução de problemas; - Explorar narrativas como ferramenta educativa e de regulação comportamental; - Explorar e desenvolver recursos de apoio e avaliação da prática. • Refletir acerca do papel do professor-tutor; • Explorar e desenvolver competências de intervenção direta do professor-tutor com os alunos-alvo; • Integrar os professores-tutores numa comunidade de partilha de experiências e recursos para a prática da tutoria em contexto escolar

Conteúdos

Módulo 1. Contextualização da Ação (2,5h assíncronas + 1h síncrona) 1.1. Desconstrução de significados e mitos acerca do papel do professor-tutor - Mitos e questões acerca do papel do professor-tutor; - Apresentação do cronograma do curso; - Avaliação de conhecimentos pré-formação; - Apresentação da tarefa final: Relatório de reflexão individual. 1.2. Apresentação e familiarização com as ferramentas online Moodle®, Adobe Connect®, Padlet® e Tricider®: - Registo e construção de perfil; - Apresentação das funcionalidades da ferramentas; Módulo 2. Introdução à metodologia de Tutoria (2h assíncronas + 1h síncrona) 2.1 Tutoria - Explorar o conceito de tutoria: perspectiva histórica; - Explorar as diferenças entre coaching, mentoring e tutoria; - Os Programas de Tutoria: Porquê?; - Explorar as atribuições do professor-tutor na legislação em vigor; 2.2 Competências de Relação Interpessoal na Tutoria - Apresentação e reflexão acerca dos objetivos do processo de tutoria; Módulo 3. Os tipos de conhecimento e a sua relação com a aprendizagem (2h assíncronas + 1h síncrona) 3.1 Tipos de conhecimento - Apresentação dos Tipos e fases de conhecimento; - Interação entre o conhecimento e a aprendizagem; 3.2 Competências de Relação Interpessoal na Tutoria - Apresentação e reflexão acerca do ciclo do processo de ajuda; Módulo 4. Motivação e aprendizagem: (con)sequêncialidades (2h assíncronas + 1h síncrona) 4.1 Motivação - Aprofundar o conceito de motivação no contexto da aprendizagem e as abordagens cognitivas da motivação; - Aprofundar o papel dos objetivos e o que orienta os alunos para os diferentes objetivos; 4.2 Competências de Relação Interpessoal na Tutoria - Apresentação e reflexão acerca da fase de facilitação do ciclo do processo de ajuda; Módulo 5. Modelos de autorregulação da aprendizagem (2h assíncronas + 1h síncrona) 5.1 Modelos de autorregulação da aprendizagem - Aprofundar o modelo das fases da aprendizagem autorregulada segundo Zimmerman (2000; 2002); - Aprofundar o modelo PLEA (Rosário, 2004); 5.2 Competências de Relação Interpessoal na Tutoria - Apresentação e reflexão acerca da fase de transição/insight do ciclo do processo de ajuda; Módulo 6. Estratégias de autorregulação da aprendizagem em contexto de tutoria (2h assíncronas + 1h síncrona) 6.1 Estratégias de autorregulação da aprendizagem - Explorar as estratégias de autorregulação da aprendizagem e sua aplicação em contexto de tutoria; - Explorar plano sequencial para a promoção do desenvolvimento da autorregulação da aprendizagem; 6.2 Competências de Relação Interpessoal na Tutoria - Apresentação e reflexão acerca da fase de ação do ciclo do processo de ajuda; Módulo 7. Envolvimento Escolar e Possible Selves (2h trabalho autónomo + 1h síncrona) 7.1 Envolvimento Escolar e Possible Selves - Aprofundar o conceito de envolvimento escolar e as suas dimensões em interligação com as competências de autorregulação; - Aprofundar o conceito de possible selves e a sua influência no envolvimento escolar, na definição de objetivos e no sucesso académico; 7.2 Competências de Relação Interpessoal na Tutoria - Apresentação e reflexão acerca do treino de competências de atendimento; Módulo 8. Avaliação (2,5h assíncronas + 1h síncrona) 8.1 Avaliação do curso de formação - Avaliação de conhecimentos pós-formação e da qualidade da formaçaõ; - Reflexão acerca dos conteúdos e implicações no contexto de tutoria e das competências do tutor; 8.2 Relatório reflexão individual

Metodologias

• Exposição dos conteúdos valorizando, sobretudo, o trabalho autónomo e cooperativo dos formandos. • Diagnóstico e reflexão em grupo (sessões síncronas) dos conteúdos trabalhados e implicações na sua prática de professores-tutores. Recurso a plataformas digitais: Moodle® - Plataforma de interface e de organização do Curso e de apoio ao trabalho autónomo. * Fórum Notícias: divulgação de informação relevante para o funcionamento do curso por parte dos formadores; * Fórum Dúvidas: esclarecimento de dúvidas gerais acerca do funcionamento do curso de formação; * Fórum por Módulo: esclarecimento de dúvidas relativas a um módulo específico. Adobe Connect® - Plataforma de conferência digital para as sessões síncronas. Padlet® - Portfolio de aprendizagem - Plataforma para submissão de trabalhos propostos e autopropostos (trabalhos que o formando considere que acrescenta conteúdo da sua formação pessoal e dos colegas); Tricider®: - Plataforma para diiscussão de ideias online. O curso será desenvolvido ao longo de 8 semanas ininterruptamente. Cada módulo terá associada uma sessão síncrona com os formandos. Após cada sessão síncrona é iniciado o módulo.

Avaliação

Na avaliação dos formandos será atribuída uma classificação numa escala de 1 a 10, conforme indicado na Carta Circular CCPFC n.º 3/2007. A ponderação a aplicar em cada concretização prevista para cada parâmetro de avaliação estipulado: ● A realização/entrega dos trabalhos previstos para cada módulo. ● A elaboração de um relatório de reflexão de acordo com o modelo apresentado e devolvido através da plataforma Moodle® em local próprio para o efeito.

Modelo

Azevedo, N., e Nascimento, A. (2007). Modelo de tutoria: construção dialógica de sentido(s). Revista Interacções, 3(7), 97-115. Clutterbuck, D. (1991). Everyone needs a mentor. London: Institute of Personnel and Development. Despacho Normativo 4-A/2016, de 16 junho Hamilton, M. A., e Hamilton, S. F. (2005). Work and service-learning. In D. L. Dubois e M. K. Karcher (Eds.), Handbook of youth mentoring (pp. 348-363). Thousand Oaks, CA: Sage

Bibliografia

Azevedo, N., e Nascimento, A. (2007). Modelo de tutoria: construção dialógica de sentido(s). Revista Interacções, 3(7), 97-115. Clutterbuck, D. (1991). Everyone needs a mentor. London: Institute of Personnel and Development. Despacho Normativo 4-A/2016, de 16 junho Hamilton, M. A., e Hamilton, S. F. (2005). Work and service-learning. In D. L. Dubois e M. K. Karcher (Eds.), Handbook of youth mentoring (pp. 348-363). Thousand Oaks, CA: Sage.

Anexo

RegistoAcreditacao_PgHl5IV.pdf

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 30-09-2021 (Quinta-feira) 18:30 - 19:30 1:00 Online síncrona
2 04-10-2021 (Segunda-feira) 18:30 - 19:30 1:00 Online síncrona
3 11-10-2021 (Segunda-feira) 18:30 - 19:30 1:00 Online síncrona
4 18-10-2021 (Segunda-feira) 18:30 - 19:30 1:00 Online síncrona
5 04-11-2021 (Quinta-feira) 18:30 - 19:30 1:00 Online síncrona
6 08-11-2021 (Segunda-feira) 18:30 - 19:30 1:00 Online síncrona
7 15-11-2021 (Segunda-feira) 18:30 - 19:30 1:00 Online síncrona
8 22-11-2021 (Segunda-feira) 18:30 - 19:30 1:00 Online síncrona

INSCREVER-ME

Ref. 11501_PD_2122 Inscrições abertas até 27-09-2021

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-107112/20

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 25.0 horas

Início: 08-10-2021

Fim: 22-12-2021

Regime: e-learning

Local: e-learning/08/10/2021 a 02/11/2021/ A distância

Formador

Ana Paula Correia Januário Gonçalves

Mariana Guerreiro Francisco

Destinatários

Professores dos grupos 110, 200, 210, 220, 300

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário. Para efeitos de aplicação do artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva a progressão em carreira. No âmbito do Despacho n.º 2053/2021, publicado a 17 de fevereiro/21 a ação de formação, releva na dimensão científico-pedagógica para a progressão da carreira docente.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

CFAE EduFor/Ciberduvidas

Objetivos

Espera-se que no final desta ação, o professor: 1. Reflita sobre as orientações programáticas previstas para o PLNM; 2. Aplique a especificidade dos objetivos, metodologia e avaliação no ensino do PLNM, com base em conhecimentos teóricos acerca dos processos de aquisição de vocabulário, gramática e padrões fonológicos de uma L2, bem como do desenvolvimento da fluência de leitura e escrita. 3.1. Aplique os conceitos fundamentais de transfer, interlíngua, filtro afetivo, input compreensível e período de silêncio nas atividades didáticas que desenvolve, ou venha a desenvolver, abarcando igualmente o papel da consciência metalinguística e da terminologia de análise gramatical. 3.2. Apliqueos principais princípios teóricos referentes à análise de instrumentos de avaliação (de diagnóstico, intermédia e final) no que toca à calibragem do seu grau de exigência. 4. Ative eficazmente critérios de seleção de recursos didáticos existentes em função do nível de proficiência.

Conteúdos

- Apresentação da ação e respetivo enquadramento teórico-metodológico. - Linhas orientadoras do trabalho a desenvolver. 1h (Assíncrona) Duração Horas presenciais: 25 Nº de horas acreditadas: 25 Cód. Dest. 99 Descrição Professores dos grupos 110, 200, 210, 220, 300 DCP 99 Descrição Professores dos grupos 110, 200, 210, 220, 300 - Informações sobre as orientações nacionais para o PLNM, bem como sobre documentos europeus sobre esta área. - Modalidades de implementação no terreno das medidas educativas previstas para os alunos de PLNM. 3h (2h síncronas; 1h assíncrona) - Explicitação terminológica: Português Língua Materna,Português Língua Não Materna,Português Língua Segunda,Português Língua Estrangeira,Português Língua de Herança e Português Língua Adicional. - Principais referenciais teóricos e didáticos sobre aquisição de uma L2(visão geral). - Noções operativas: transfer, interlíngua, input compreensível; período de silêncio. - Padronização do erro fonológico e de redação: alguns instrumentos para compreender a produção de estruturas incorretas de acordo com vários perfis linguísticos tipificados. - Aquisição de vocabulário: metodologias. - Leitura intensiva e extensiva numa L2 – benefícios e materiais disponíveis. - Português como língua de escolarização: o ensino de vocabulário de especialidade e padrões sintáticos do discurso académico: análise de materiais. - Metodologiase instrumentos de avaliação: diagnóstica, intermédia e final. 8h (6h síncronas; 2h assíncronas) - Reflexão crítica sobre metodologias de ensino do PLNM em contexto de sala de aula e em contexto de apoio pedagógico: análise de materiais didáticos de ensino e avaliação (com inclusão de imagens, áudio, vídeos funcionais e exercícios interativos) no âmbito da implementação de várias sequências didáticas visando quer a língua de comunicação (com temas concernentes à interculturalidade) quer a língua de escolarização. 8h (2h síncronas; 6h assíncronas) - Apresentação dos trabalhos individuais: avaliação individual. 5h (Síncronas)

Metodologias

A ação apresenta com um peso equitativo de número de horas de carácter teórico e de carácter prático, com incidência na realização de trabalho colaborativo. O curso prevê: (i) a realização das leituras indicadas, registando aspetos salientes e críticos; (ii) a avaliação crítica de materiais de avaliação disponíveis; (iii) a consecução de tarefas inerentes à análise, avaliação e levantamento de estratégias subjacentes à criação de sequências didáticas e de materiais pedagógicos a aplicar em sala de aula; (iv) realização do trabalho individual final, de avaliação, o qual constará de uma reflexão sobre as principais conclusões a retirar das práticas apuradas durante o curso, tendo em conta a projeção de contextos educativos específicos. Optou-se pela modalidade E-learning por esta trazer benefícios para os formandos, tendo em conta: (i) Que muitos dos materiais em análise são multimédia, interativos e disponíveis online; (ii) Que as ações de trabalho colaborativo podem assim ficar automaticamente registadas e partilháveis; (iii) A possibilidade de mais formandos poderem integrar a formação, dada a maior flexibilização de horário.

Avaliação

A avaliação do desempenho dos formandos terá como objeto o trabalho realizado e a participação nas sessões, bem como o trabalho individual final. Será valorizada a pertinência das reflexões propostas sobre planificações didáticas e materiais, atendendo à sua fundamentação teóricae às condições de exequibilidade, bem como à adequação aos alunos a que se destinam. Considerar-se-á igualmente a apresentação dos trabalhos individuais nas sessões de videoconferência. Os formandos serão avaliados utilizando a tabela de 1 a 10 valores, conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, utilizando os parâmetros de avaliação estabelecidos e respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua.

Bibliografia

Barbeiro, Luís. Aprendizagem da Ortografia. Edições Asa. 2007 Direção-Geral da Educação (2016). Guia de Acolhimento - Educação Pré-Escolar, Ensino Básico e Ensino Secundário. Direção-Geral da Educação (2014). Avaliação de Impacto e Medidas Prospetivas para a Oferta do Português Língua Não Materna (PLNM) no Sistema Educativo Português. Direção-Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular. Coord. Leiria, Isabel. (2008) Orientações Programáticas de Português Língua Não Materna (PLNM) – Ensino Secundário. Lisboa. Direção-Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular. Coord. Mateus, Maria Helena Mira, Testes de Diagnóstico de Português Língua Não Materna. Lisboa.

Anexo

RegistoAcreditacao_ngMP4Yf.pdf

Observações

Critérios Gerais de Seleção de Formandos: Os candidatos são ordenados de acordo com as seguintes prioridades: 1ª—Docentes a lecionar em Escolas Associadas ao EduFor ou Escolas com protocolo com a Ciberescola. 2ª—Docentes a lecionar em Escolas não contempladas nas alíneas anteriores. Dentro de cada prioridade, os candidatos são ordenados: 1ª—Docentes a lecionar a disciplina de Português Lingua Não Materna 2ª— Ordem de inscrição. Nota: Está assegurado 50% das vagas para docentes das Escolas Associadas ao EduFor. NOTA: Tendo em atenção os Critérios de Seleção, os docentes que lecionam a disciplina de "PLNM", no ato de inscrição, devem enviar um email para secretariado@edufor.pt declarando sob compromisso de honra essa situação.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 08-10-2021 (Sexta-feira) 18:00 - 20:00 2:00 Online síncrona
2 09-10-2021 (Sábado) 18:00 - 20:00 2:00 Online assíncrona
3 11-10-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 20:00 2:00 Online síncrona
4 13-10-2021 (Quarta-feira) 18:00 - 20:00 2:00 Online síncrona
5 18-10-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 20:00 2:00 Online síncrona
6 19-10-2021 (Terça-feira) 18:00 - 20:00 2:00 Online assíncrona
7 20-10-2021 (Quarta-feira) 18:00 - 20:00 2:00 Online síncrona
8 21-10-2021 (Quinta-feira) 14:00 - 20:00 6:00 Online assíncrona
9 28-10-2021 (Quinta-feira) 18:00 - 20:00 2:00 Online síncrona
10 02-11-2021 (Terça-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona

INSCREVER-ME

Ref. 103N2_4 A decorrer

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110274/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 01-10-2021

Fim: 15-12-2021

Regime: e-learning

Local: A distância

Formador

Carlos Rodrigues

Destinatários

Professores de todos os grupos de recrutamento;

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, TEC.ESP..

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

EduFor - CFAE dos concelhos de Nelas, Mangualde, Penalva do Castelo, Sátão e Vila Nova de Paiva

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 2) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de competências digitais dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Objetivos a atingir Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 2 (B1/B2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (C1/C2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento, aprofundamento e densificação das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes para a implementação de atividades que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos; - estimular a reflexão, partilha e utilização crítica das tecnologias em contexto educativo

Conteúdos

Os conteúdos da ação surgem, em sentido articulado e incremental, com os conteúdos da formação de nível 1. - Documentos de enquadramento das políticas educativas. - Envolvimento profissional: Discussão, renovação e inovação na prática profissional. Processos de liderança na era digital. - Recursos Educativos Digitais (RED): Utilização de estratégias e RED avançados de forma abrangente. Promoção da utilização de RED de forma colaborativa. - Ensino e Aprendizagem: Renovação da prática de ensino de forma estratégica e intencional. Inovação no processo de ensino e de aprendizagem em diferentes modalidades de ensino. - Avaliação das aprendizagens: Reflexão crítica sobre estratégias de avaliação digital. Inovação na avaliação das aprendizagens com recursos a soluções digitais. - CD dos Alunos: Promoção da CD dos alunos de forma abrangente e crítica. Inovação no envolvimento dos alunos utilizando formatos inovadores para promover a sua CD. - Planeamento da formação e aprendizagem ao longo da vida

Metodologias

PRESENCIAL: As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. TRABALHO AUTÓNOMO: Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Modelo

Não de aplica

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htm Comissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/? uri=CELEX:52018DC0022&from=EN Lucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora. Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdf Ministério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME

Anexo

RegistoAcreditacao_nivel2.pdf

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 01-10-2021 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
2 08-10-2021 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
3 15-10-2021 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
4 22-10-2021 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
5 29-10-2021 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
6 12-11-2021 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
7 26-11-2021 (Sexta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
8 15-12-2021 (Quarta-feira) 17:30 - 21:30 4:00 Online síncrona

Ref. 102N1_11 A decorrer

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110275/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 30-09-2021

Fim: 09-12-2021

Regime: e-learning

Local: A distância

Formador

Regina Fátima de Seixas Oliveira

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, TEC.ESP.. Para efeitos de aplicação do artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva a progressão em carreira.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 1) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se, assim, criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 1 (A1/A2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (B1/B2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes na utilização significativa de ambientes e ferramentas digitais e definição de estratégias diversificadas de integração - capacitar os docentes para a implementação de atividades promotoras da aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos

Conteúdos

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital. 2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional. 3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos. 4. Ensino e Aprendizagem: Exploração de estratégias de ensino e de aprendizagem digital. Integração significativa de RED na melhoria de atividades de ensino e aprendizagem. 5. Avaliação das aprendizagens: Exploração de estratégias de avaliação digital. Melhoria das abordagens de avaliação através de soluções digitais. 6. CD dos Alunos: Exploração de estratégias de promoção e uso pedagógico de tecnologias digitais. Utilização de ferramentas e estratégias para suporte ao desenho e implementação de atividades de promoção da CD dos alunos. 7. Planificação de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino

Metodologias

Sessões presenciais: As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. Trabalho autónomo: Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Modelo

Não se aplica

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htm Comissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/? uri=CELEX:52018DC0022&from=EN Lucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora. Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdf Ministério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME

Anexo

RegistoAcreditacao_nivel1.pdf

Observações

CRITÉRIOS GERAIS DE SELEÇÃO Necessidade de horas para a Avaliação de Desempenho/progressão na carreira até 31/07/2022 Ordem de inscrição Salvaguarda-se a possibilidade de serem indicados formandos pelo Órgão de Gestão do respetivo Agrupamento de Escolas, bem como a possibilidade de poder reorganizar a distribuição do nº de turmas, de acordo com as necessidades de formação.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 30-09-2021 (Quinta-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Online síncrona
2 07-10-2021 (Quinta-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Online síncrona
3 14-10-2021 (Quinta-feira) 18:30 - 21:00 2:30 Online síncrona
4 21-10-2021 (Quinta-feira) 18:30 - 21:00 2:30 Online síncrona
5 28-10-2021 (Quinta-feira) 18:30 - 21:00 2:30 Online síncrona
6 04-11-2021 (Quinta-feira) 18:30 - 21:00 2:30 Online síncrona
7 11-11-2021 (Quinta-feira) 18:30 - 21:00 2:30 Online síncrona
8 18-11-2021 (Quinta-feira) 18:30 - 21:00 2:30 Online síncrona
9 09-12-2021 (Quinta-feira) 18:00 - 22:00 4:00 Online síncrona

Ref. 103N2_6 A decorrer

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110274/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 30-09-2021

Fim: 16-12-2021

Regime: e-learning

Local: A distância

Formador

Isabel Cristina Dias Simões

Destinatários

Professores de todos os grupos de recrutamento;

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, TEC.ESP..

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

EduFor - CFAE dos concelhos de Nelas, Mangualde, Penalva do Castelo, Sátão e Vila Nova de Paiva

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 2) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de competências digitais dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Objetivos a atingir Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 2 (B1/B2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (C1/C2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento, aprofundamento e densificação das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes para a implementação de atividades que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos; - estimular a reflexão, partilha e utilização crítica das tecnologias em contexto educativo

Conteúdos

Os conteúdos da ação surgem, em sentido articulado e incremental, com os conteúdos da formação de nível 1. - Documentos de enquadramento das políticas educativas. - Envolvimento profissional: Discussão, renovação e inovação na prática profissional. Processos de liderança na era digital. - Recursos Educativos Digitais (RED): Utilização de estratégias e RED avançados de forma abrangente. Promoção da utilização de RED de forma colaborativa. - Ensino e Aprendizagem: Renovação da prática de ensino de forma estratégica e intencional. Inovação no processo de ensino e de aprendizagem em diferentes modalidades de ensino. - Avaliação das aprendizagens: Reflexão crítica sobre estratégias de avaliação digital. Inovação na avaliação das aprendizagens com recursos a soluções digitais. - CD dos Alunos: Promoção da CD dos alunos de forma abrangente e crítica. Inovação no envolvimento dos alunos utilizando formatos inovadores para promover a sua CD. - Planeamento da formação e aprendizagem ao longo da vida

Metodologias

PRESENCIAL: As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. TRABALHO AUTÓNOMO: Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Modelo

Não de aplica

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htm Comissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/? uri=CELEX:52018DC0022&from=EN Lucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora. Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdf Ministério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME

Anexo

RegistoAcreditacao_nivel2.pdf

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 30-09-2021 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
2 07-10-2021 (Quinta-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
3 14-10-2021 (Quinta-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
4 21-10-2021 (Quinta-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
5 04-11-2021 (Quinta-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
6 11-11-2021 (Quinta-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
7 18-11-2021 (Quinta-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
8 25-11-2021 (Quinta-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
9 09-12-2021 (Quinta-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
10 16-12-2021 (Quinta-feira) 18:00 - 20:00 2:00 Online síncrona

Ref. 103N_2_5 A decorrer

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110274/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 29-09-2021

Fim: 15-12-2021

Regime: e-learning

Local: A distância

Formador

Jaime Manuel da Costa Fernandes

Destinatários

Professores de todos os grupos de recrutamento;

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, TEC.ESP..

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

EduFor - CFAE dos concelhos de Nelas, Mangualde, Penalva do Castelo, Sátão e Vila Nova de Paiva

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 2) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de competências digitais dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Objetivos a atingir Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 2 (B1/B2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (C1/C2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento, aprofundamento e densificação das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes para a implementação de atividades que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos; - estimular a reflexão, partilha e utilização crítica das tecnologias em contexto educativo

Conteúdos

Os conteúdos da ação surgem, em sentido articulado e incremental, com os conteúdos da formação de nível 1. - Documentos de enquadramento das políticas educativas. - Envolvimento profissional: Discussão, renovação e inovação na prática profissional. Processos de liderança na era digital. - Recursos Educativos Digitais (RED): Utilização de estratégias e RED avançados de forma abrangente. Promoção da utilização de RED de forma colaborativa. - Ensino e Aprendizagem: Renovação da prática de ensino de forma estratégica e intencional. Inovação no processo de ensino e de aprendizagem em diferentes modalidades de ensino. - Avaliação das aprendizagens: Reflexão crítica sobre estratégias de avaliação digital. Inovação na avaliação das aprendizagens com recursos a soluções digitais. - CD dos Alunos: Promoção da CD dos alunos de forma abrangente e crítica. Inovação no envolvimento dos alunos utilizando formatos inovadores para promover a sua CD. - Planeamento da formação e aprendizagem ao longo da vida

Metodologias

PRESENCIAL: As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. TRABALHO AUTÓNOMO: Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Modelo

Não de aplica

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htm Comissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/? uri=CELEX:52018DC0022&from=EN Lucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora. Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdf Ministério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME

Anexo

RegistoAcreditacao_nivel2.pdf

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 29-09-2021 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
2 06-10-2021 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
3 13-10-2021 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
4 27-10-2021 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
5 10-11-2021 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
6 17-11-2021 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
7 24-11-2021 (Quarta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
8 15-12-2021 (Quarta-feira) 17:30 - 21:30 4:00 Online síncrona

Ref. 102N1_6 A decorrer

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110275/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 27-09-2021

Fim: 13-12-2021

Regime: e-learning

Local: A distância

Formador

Isabel Cristina Dias Simões

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, TEC.ESP.. Para efeitos de aplicação do artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva a progressão em carreira.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 1) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se, assim, criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 1 (A1/A2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (B1/B2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes na utilização significativa de ambientes e ferramentas digitais e definição de estratégias diversificadas de integração - capacitar os docentes para a implementação de atividades promotoras da aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos

Conteúdos

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital. 2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional. 3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos. 4. Ensino e Aprendizagem: Exploração de estratégias de ensino e de aprendizagem digital. Integração significativa de RED na melhoria de atividades de ensino e aprendizagem. 5. Avaliação das aprendizagens: Exploração de estratégias de avaliação digital. Melhoria das abordagens de avaliação através de soluções digitais. 6. CD dos Alunos: Exploração de estratégias de promoção e uso pedagógico de tecnologias digitais. Utilização de ferramentas e estratégias para suporte ao desenho e implementação de atividades de promoção da CD dos alunos. 7. Planificação de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino

Metodologias

Sessões presenciais: As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. Trabalho autónomo: Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Modelo

Não se aplica

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htm Comissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/? uri=CELEX:52018DC0022&from=EN Lucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora. Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdf Ministério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME

Anexo

RegistoAcreditacao_nivel1.pdf

Observações

CRITÉRIOS GERAIS DE SELEÇÃO Necessidade de horas para a Avaliação de Desempenho/progressão na carreira até 31/07/2022 Ordem de inscrição Salvaguarda-se a possibilidade de serem indicados formandos pelo Órgão de Gestão do respetivo Agrupamento de Escolas, bem como a possibilidade de poder reorganizar a distribuição do nº de turmas, de acordo com as necessidades de formação.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 27-09-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
2 04-10-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
3 11-10-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
4 18-10-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
5 02-11-2021 (Terça-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
6 08-11-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
7 15-11-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
8 22-11-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
9 06-12-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 20:30 2:30 Online síncrona
10 13-12-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 20:00 2:00 Online síncrona

Ref. 102N1_9 A decorrer

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110275/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 27-09-2021

Fim: 06-12-2021

Regime: e-learning

Local: A distância

Formador

Regina Fátima de Seixas Oliveira

Destinatários

Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, TEC.ESP.. Para efeitos de aplicação do artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva a progressão em carreira.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores da Comissão Europeia (doravante DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 1) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se, assim, criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de CD dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 1 (A1/A2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (B1/B2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes na utilização significativa de ambientes e ferramentas digitais e definição de estratégias diversificadas de integração - capacitar os docentes para a implementação de atividades promotoras da aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos

Conteúdos

1. Documentos enquadradores das políticas educativas atuais associados ao Plano nacional de Transição Digital. 2. Envolvimento profissional: Exploração de opções digitais para colaboração e comunicação institucional e melhoria da prática profissional. 3. Recursos Digitais: Exploração, seleção e adequação de RED ao contexto de aprendizagem. Utilização de RED interativos. 4. Ensino e Aprendizagem: Exploração de estratégias de ensino e de aprendizagem digital. Integração significativa de RED na melhoria de atividades de ensino e aprendizagem. 5. Avaliação das aprendizagens: Exploração de estratégias de avaliação digital. Melhoria das abordagens de avaliação através de soluções digitais. 6. CD dos Alunos: Exploração de estratégias de promoção e uso pedagógico de tecnologias digitais. Utilização de ferramentas e estratégias para suporte ao desenho e implementação de atividades de promoção da CD dos alunos. 7. Planificação de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino

Metodologias

Sessões presenciais: As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. Trabalho autónomo: Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Modelo

Não se aplica

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htm Comissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/? uri=CELEX:52018DC0022&from=EN Lucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora. Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdf Ministério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME

Anexo

RegistoAcreditacao_nivel1.pdf

Observações

CRITÉRIOS GERAIS DE SELEÇÃO Necessidade de horas para a Avaliação de Desempenho/progressão na carreira até 31/07/2022 Ordem de inscrição Salvaguarda-se a possibilidade de serem indicados formandos pelo Órgão de Gestão do respetivo Agrupamento de Escolas, bem como a possibilidade de poder reorganizar a distribuição do nº de turmas, de acordo com as necessidades de formação.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 27-09-2021 (Segunda-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Online síncrona
2 04-10-2021 (Segunda-feira) 18:30 - 21:30 3:00 Online síncrona
3 11-10-2021 (Segunda-feira) 18:30 - 21:00 2:30 Online síncrona
4 18-10-2021 (Segunda-feira) 18:30 - 21:00 2:30 Online síncrona
5 25-10-2021 (Segunda-feira) 18:30 - 21:00 2:30 Online síncrona
6 02-11-2021 (Terça-feira) 18:30 - 21:00 2:30 Online síncrona
7 08-11-2021 (Segunda-feira) 18:30 - 21:00 2:30 Online síncrona
8 15-11-2021 (Segunda-feira) 18:30 - 21:00 2:30 Online síncrona
9 06-12-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 22:00 4:00 Online síncrona

Ref. 103N2_7 A decorrer

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110274/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 27-09-2021

Fim: 13-12-2021

Regime: e-learning

Local: A distância

Formador

Jaime Manuel da Costa Fernandes

Destinatários

Professores de todos os grupos de recrutamento;

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, TEC.ESP..

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

EduFor - CFAE dos concelhos de Nelas, Mangualde, Penalva do Castelo, Sátão e Vila Nova de Paiva

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 2) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de competências digitais dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Objetivos a atingir Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 2 (B1/B2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (C1/C2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento, aprofundamento e densificação das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes para a implementação de atividades que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos; - estimular a reflexão, partilha e utilização crítica das tecnologias em contexto educativo

Conteúdos

Os conteúdos da ação surgem, em sentido articulado e incremental, com os conteúdos da formação de nível 1. - Documentos de enquadramento das políticas educativas. - Envolvimento profissional: Discussão, renovação e inovação na prática profissional. Processos de liderança na era digital. - Recursos Educativos Digitais (RED): Utilização de estratégias e RED avançados de forma abrangente. Promoção da utilização de RED de forma colaborativa. - Ensino e Aprendizagem: Renovação da prática de ensino de forma estratégica e intencional. Inovação no processo de ensino e de aprendizagem em diferentes modalidades de ensino. - Avaliação das aprendizagens: Reflexão crítica sobre estratégias de avaliação digital. Inovação na avaliação das aprendizagens com recursos a soluções digitais. - CD dos Alunos: Promoção da CD dos alunos de forma abrangente e crítica. Inovação no envolvimento dos alunos utilizando formatos inovadores para promover a sua CD. - Planeamento da formação e aprendizagem ao longo da vida

Metodologias

PRESENCIAL: As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. TRABALHO AUTÓNOMO: Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Modelo

Não de aplica

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htm Comissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/? uri=CELEX:52018DC0022&from=EN Lucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora. Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdf Ministério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME

Anexo

RegistoAcreditacao_nivel2.pdf

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 27-09-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
2 04-10-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
3 11-10-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
4 25-10-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
5 08-11-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
6 15-11-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
7 29-11-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
8 13-12-2021 (Segunda-feira) 17:30 - 21:30 4:00 Online síncrona

Ref. 103N2_8 A decorrer

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-110274/20

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas

Início: 27-09-2021

Fim: 29-11-2021

Regime: e-learning

Local: A distância

Formador

Carlos Rodrigues

Destinatários

Professores de todos os grupos de recrutamento;

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação não releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância e Professores dos Ensinos Básico e Secundário. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos grupos 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930, TEC.ESP..

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

EduFor - CFAE dos concelhos de Nelas, Mangualde, Penalva do Castelo, Sátão e Vila Nova de Paiva

Razões

O Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores, da Comissão Europeia (DigCompEdu), pretende promover a competência digital (CD) e a inovação na educação. É essencial que os docentes desenvolvam um conjunto de CD, de modo a tirar partido do potencial das tecnologias digitais. Esta ação visa contribuir para desenvolver as CD dos docentes do sistema educativo e formativo nacional (nível 2) e a sua capacidade para implementar estratégias inovadoras de ensino e de aprendizagem. Ambiciona-se criar condições favoráveis a práticas educativas que se revelem promotoras do desenvolvimento de competências digitais dos alunos. Conjuntamente com esta formação, serão submetidas outras duas, articuladas ao nível da progressão dos conteúdos.

Objetivos

Objetivos a atingir Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes de nível 2 (B1/B2 do DigCompEdu) um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver CD do nível seguinte (C1/C2 do DigCompEdu). São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento, aprofundamento e densificação das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes para a implementação de atividades que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos; - estimular a reflexão, partilha e utilização crítica das tecnologias em contexto educativo

Conteúdos

Os conteúdos da ação surgem, em sentido articulado e incremental, com os conteúdos da formação de nível 1. - Documentos de enquadramento das políticas educativas. - Envolvimento profissional: Discussão, renovação e inovação na prática profissional. Processos de liderança na era digital. - Recursos Educativos Digitais (RED): Utilização de estratégias e RED avançados de forma abrangente. Promoção da utilização de RED de forma colaborativa. - Ensino e Aprendizagem: Renovação da prática de ensino de forma estratégica e intencional. Inovação no processo de ensino e de aprendizagem em diferentes modalidades de ensino. - Avaliação das aprendizagens: Reflexão crítica sobre estratégias de avaliação digital. Inovação na avaliação das aprendizagens com recursos a soluções digitais. - CD dos Alunos: Promoção da CD dos alunos de forma abrangente e crítica. Inovação no envolvimento dos alunos utilizando formatos inovadores para promover a sua CD. - Planeamento da formação e aprendizagem ao longo da vida

Metodologias

PRESENCIAL: As sessões presenciais são destinadas à exploração do DigCompEdu e reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à exploração de ferramentas digitais para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente. TRABALHO AUTÓNOMO: Em específico, na componente de trabalho autónomo, pretende-se assegurar a implementação das atividades planificadas nas sessões presenciais, em situações reais de ensino-aprendizagem com alunos, articulando o DigCompEdu com o respetivo currículo, e a reflexão sobre as práticas desenvolvidas. Na última sessão, os formandos apresentarão os resultados dessas atividades, com evidências, proporcionando-se a discussão e a partilha.

Avaliação

Aplicação do determinado no regime Jurídico da Formação Contínua de professores, Decreto-lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro, conjugado com o Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio e com o “Regulamento para Acreditação e Creditação de Ações de Formação Contínua. A classificação de cada formando será realizada na escala de 1 a 10 conforme indicado no Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua e tendo por base a participação/contributos e o trabalho final individual elaborado e apresentado pelos formandos.

Modelo

Não de aplica

Bibliografia

Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htm Comissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/? uri=CELEX:52018DC0022&from=EN Lucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora. Licht, A.H, Tasiopoulou, E., & Wastiau, P. (2017). Open Book of Educational Innovation. European Schoolnet, Brussels. Disponível em: http://www.eun.org/documents/411753/817341/ Open_book_of_Innovational_Education.pdf Ministério da Educação (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, Lisboa: ME

Anexo

RegistoAcreditacao_nivel2.pdf

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 27-09-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
2 11-10-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
3 18-10-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
4 25-10-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
5 08-11-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
6 18-11-2021 (Quinta-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
7 22-11-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona
8 29-11-2021 (Segunda-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona

Ref. 1141_ACD_PND A decorrer

Registo de acreditação: 1_ACD_PND

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 5.0 horas

Início: 15-09-2021

Fim: 29-09-2021

Regime: Presencial

Local: Auditório da Escola Secundária Felismina Alcântara

Destinatários

Assistentes Operacionais do AE de Mangualde e IPSS de Mangualde

Acreditado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

APPDA

Objetivos

1. Conhecimento das caraterísticas de algumas perturbações psicopatologias em crianças e dos adolescentes; 2. Reconhecer sinais de alerta; 3. Identificar possíveis encaminhamentos; 4. Compreender estratégias de intervenção em diferentes contextos;

Conteúdos

A ação será dividida em três módulos: 1. As PEA (1,5h): - Sinais de alerta; - Caraterísticas das PEA; - Mitos VS Realidade; 2. Outras Perturbações do desenvolvimento (1,5h) - Outras Perturbações do Desenvolvimento Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção, Défice Intelectual, Perturbação de Oposição e Desafio e - Perturbação Específica da Linguagem; - Sinais de Alerta; - Caraterísticas; 3. Intervenção em Contexto escolar (2h): - Estratégias para na sala de aula (importância do papel sombra); - Estratégias para o intervalo; - Estratégias para o refeitório; - Discussão de casos reais;

Metodologias

- método expositivo –será utilizada uma metodologia explicativa em que são expostas as informações referentes a cada tema; - método interrogativo (leitura e análise de documentos, estudos de caso, preenchimento de questionários); - método demonstrativo – através da análise de casos concretos são demonstradas situações aprendidas na parte teórica; - método ativo – a par com o método demonstrativo serão criadas dinâmicas de grupo para explorar cada assunto; - método interrogativo - por fim, o método interrogativo estará sempre presente ao logo de todas as sessões através de brainstorming, questões diretas e indiretas. - método ativo (visualização de filmes e vídeos, elaboração de trabalhos de grupos).

Bibliografia

APA. (2013). Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders. (Fifih Editions). Washington: APA. Bosa, C. & Callias, M. (2000). Autism: a brief review of different approaches. Psicol. Reflex. Crit., 1(13), 167-177. doi: 10.1590/S0102- 79722000000100017 Correia, L. M. & Martins, A. P. (1999). Dificuldades de aprendizagem: O que são, como entendê-las. Porto: Porto Editora. Correia, L. M. (2008). Inclusão e Necessidades Educativas Especiais: Um guia para educadores e professores. Porto: Porto Editora (2ª edição). DGE. 2018. Para uma Educação Inclusiva – Manual de Apoio à Prática. Acedido em 01-09-2021 em Doria, N. G. D. M. Marinho, T. S. & Filho, U. S. P. (2006). O autismo no enfoque psicanalítico. Acedido a 22 de março de 2017. Filipe, C. N. (2015). Crescer e viver diferente. (1aed.). Lisboa: Verso de Kapa. Fuentes, J. Bakare, M. Munir, K. Aguayo, P. Gaddour, N. Öner, Ö. & Mercadante, M. (2012). Autism spectrum disorders. In Rey J. M. (coord.), IACAPAP e-Textbook of Child and Adolescent Mental Health (pp: 1–27). Geneva: International Association for Child and Adolescent Psychiatry and Allied Professions. Lima, C. B. (2012). Perturbações do Espectro do Autismo: Manual prático de intervenção. Lisboa: Lidel – edições técnica, Lda. Marques, C. E. (2000). Perturbações do espectro do autismo: Ensaio de uma intervenção construtivista desenvolvimentista com mães. Coimbra: Quarteto Editora. Stelzder, F. G. (2010). Uma pequena história de autismo. (vol. I, pp. 1-38). São Leopoldo: Editora Oikos.

Anexo

Plano_de_sessaŞo_AO.pdf

Observações

Critérios de seleção: Da responsabilidade do AE de Mangualde

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 15-09-2021 (Quarta-feira) 18:30 - 20:00 1:30 Presencial
2 22-09-2021 (Quarta-feira) 18:30 - 20:00 1:30 Presencial
3 29-09-2021 (Quarta-feira) 18:30 - 20:30 2:00 Presencial

Ref. 10501_PD_2122 Em avaliação

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-112428/21

Modalidade: Curso de Formação

Duração: 12.0 horas

Início: 09-09-2021

Fim: 10-09-2021

Regime: Presencial

Local: Escola Secundária de Vila Nova de Paiva

Formador

João Adelino Matias Lopes dos Santos

Maria Paula da Cunha Moita Neves

Maria de Fátima Gouveia Carvalheira

Destinatários

Educadores de Infância, docentes dos Ensinos Básico e Secundário e docentes de Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no nº 1 do artigo 8º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira dos grupos 100, 110, 120, 200, 210, 220, 230, 240, 250, 260, 290, 300, 310, 320, 330, 340, 350, 360, 400, 410, 420, 430, 500, 510, 520, 530, 540, 550, 560, 600, 610, 620, 910, 920, 930. Para efeitos de aplicação do artigo 9º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação não releva a progressão em carreira.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Razões

Tal como tem acontecido todos os inícios de ano letivo, decorrerão, nos primeiros dias de setembro momentos de trabalho, para os quais serão convocados todos os professores do Agrupamento e onde será facultada uma componente formativa considerada pertinente no contexto educativo atual, seguida de uma reflexão conjunta. Pretende-se, desta forma, corresponder a uma necessidade de atualização e de formação em áreas consideradas fulcrais para a prática docente, com um enfoque muito particular na flexibilidade curricular e na avaliação para as aprendizagens. Considera-se que promovendo um debate aberto, onde são partilhados constrangimentos perspetivas, todos ficarão mais esclarecidos e menos reticentes em relação à mudança se impõe. Neste contexto, entendeu-se que esses momentos de reflexão e partilha, pelo seu conteúdo e forma, se enquadram no espírito do Despacho n.º 779/2019 de 18 de janeiro.

Objetivos

- Desenvolver formação assente numa lógica de reflexão e de procura de respostas adequadas às exigências da escola atual; - Promover a partilha de ideias, práticas e reflexões, coordenada por docentes do Agrupamento acreditados pelo Conselho Científico na área do Currículo e da Inovação Educacional. - Fomentar nos docentes uma visão fundamentada, no contexto da Flexibilidade Curricular e da Avaliação para as Aprendizagens; - Aprofundar conhecimentos sobre pedagogias e práticas docentes, seus fundamentos e efeitos na aprendizagem e no desenvolvimento humano.

Conteúdos

Dias: 9 e 10 de setembro de 2021 Dia 9 Manhã – 3 horas Conferência: Contextos de autonomia e flexibilidade curricular Dinamizador: João Adelino Santos Tarde – 3 horas Conferência: Critérios de avaliação – uma peça fundamental do processo avaliativo Dinamizador: João Adelino Santos/ Maria Paula Neves/Maria Fátima Carvalheira Dia 10 Manhã – 3 horas Conferência: A avaliação formativa ao serviço das aprendizagens Dinamizador: Prof. Doutora Ana Mouraz Tarde - 3 horas Conferência: Instrumentos e rubricas de avaliação Dinamizador: João Adelino Santos/ Maria Paula Neves/Maria Fátima Carvalheira *Conferências, em sala adequada, em grande grupo.

Metodologias

A formação decorre nos dias 9 e 10 de setembro de 2021, em Vila Nova de Paiva, com um total de 12 horas de formação. As conferências são subordinadas às temáticas Autonomia e Flexibilidade Curricular e Avaliação para as Aprendizagens. As conferências têm formadores devidamente acreditados, que asseguram o cumprimento de todos os processos necessários à avaliação dos formandos. O curso de formação está aberto à participação de todos os docentes do Agrupamento que podem não desejar a acreditação, ficando apenas com um certificado de presença. O Centro de Formação EduFor cria uma disciplina moodle onde são disponibilizadas as informações sobre o percurso acreditado e os materiais que os conferencistas venham a ceder. A plataforma serve, ainda, para os formandos submeterem os seus trabalhos.

Avaliação

Escala de avaliação de 1 a 10 valores, de acordo com a Carta Circular CCPFC-3/2007. A aprovação no curso depende da obtenção de classificação igual ou superior a 5 valores e da frequência mínima de 2/3 do total de horas da ação.

Bibliografia

Favacho, A., Pacheco, J. A. & Sales, S. (Org.) (2013). Currículo, conhecimento e avaliação: divergências e tensões. Curitiba: Editora CRV. Figueiredo, M. (2017). O conhecimento e o currículo: transformações, modos de pensar e significados futuros. In Conselho Nacional de Educação, Lei de Bases do Sistema Educativo: balanço e prospetiva (293 – 310). Lisboa: Conselho Nacional de Educação. Decreto-Lei n.º 55/2018, de 6 de julho. Diário da República n.º 129/2018, Série I. Ministério da Educação. Lisboa. Direção-Geral da Educação (2019). Aprendizagens Essenciais. Disponível em http://www.dge.mec.pt/aprendizagens-essenciais-0 Martins, G. (Coord.) (2017). Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória. Lisboa: Ministério da Educação/Direção-Geral da Educação (DGE). Fernandes, Domingues (2010). Avaliar para aprender .Ed. Unesp. Fernandes, D.; Machado, A. E.; Candeias, F. Para uma Avaliação Pedagógica: Processos e Dinâmicas de Formação no Projeto MAIA (2019-2020). (https://ciencia.iscte-iul.pt/publications/para-uma-avaliacao-pedagogica-processos-e-dinamicas-de-formacao-no-projeto-maia-20192020/78867)

Anexo

RegistoAcreditacao.pdf

Observações

Critérios de seleção: Da responsabilidade do AE de Vila Nova de Paiva

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo
1 09-09-2021 (Quinta-feira) 09:30 - 12:30 3:00 Presencial
2 09-09-2021 (Quinta-feira) 14:00 - 17:00 3:00 Presencial
3 10-09-2021 (Sexta-feira) 09:30 - 12:30 3:00 Presencial
4 10-09-2021 (Sexta-feira) 14:00 - 17:00 3:00 Presencial

Não existem ações.